top of page

Tarte tatin (torta de maçãs - francesa)

Não, a Tarte Tatin não é Apple Pie.

A tarte tatin é feita "ao contrário", onde as frutas ficam embaixo e a massa da torta por cima...

A origem da tarte tatin, segundo a história, foi um erro culinário, onde as irmãs Stephanie e Caroline Tatin, que tinham um hotel-restaurante, estavam fazendo uma torta de maçãs, porém por distração esqueceram-se de por a massa, então colocaram a massa por cima das maçãs, que se caramelizaram na forma e deu origem a Tarte Tatin - uma das mais famosas tortas da confeitaria francesa.

Eu nunca tinha me aventurado, pois não vejo muita graça em torta de maçãs, masssssss, como é uma receita bem clássica, não pude deixar de (tentar) fazer. E me supreendi muito! É deliciosa!

Eu segui a receita do livro Confeitaria Escalafobética, da Raiza Costa, mas tem uma receita original francesa aqui: Recette de la tarte tatin illustrée étape par étape avec photos, conseils et astuces - Meilleur du Chef, bem parecida.



A Tarte Tatin é servida assim. A beleza está nesta "feiúra" aí. É assim mesmo!

Eu usei 5 maçãs-verdes e uma figideira de ferro (pq precisa ir ao forno) de aproximadamente 25cm. Sim, tem que ser a maçã-verde, que é mais "azedinha" e bem mais "firme", mantendo sua forma e não virando um purê. Fica beeeem macia, mas mantém sua textura.

Eu fiz a receita "não botando muita fé", mas... eu e marido fomos surpreendidos. Simplesmente faça! Receita fácil com pouquíssimos ingredientes.

Comece preparando a massa:

180 g de farinha de trigo

35 g de açúcar de confeiteiro

120 g de manteiga picada (não pode ser margarina)

uma pitada de sal

1 ovo inteiro médio


Em um bowl, misture a farinha, o sal e o açúcar de ceonfeiteiro. Adicione a manteiga gelada em cubinhos e vá misturando com as pontas dos dedos até virar uma farofinha. Sim, demora um pouco e é sim com a ponta dos dedos. A manteiga tem que estar gelada, isso irá "encapsular" a farinha e fazer com que a massa fique deliciosamente crocante na boca. Quando a farofinha estiver formada, adicone o ovo e misture rapidamente (não é pra sovar) só até obter uma massa homogênea. Coloque a massa entre 2 folhas de filme plástico e abra a massa até ficar um pouquinho só maior do que a frigideira escolhida. Após aberta, mantenha os plásticos e reserve a massa aberta na geladeira por no mínimo 1h. Ela precisa firmar bem.

Faltando uns 25min para dar a 1h, você começa a preparar o recheio:

100 g de manteiga

70 g de açúcar (usei o refinado, mas pode ser cristal ou demerara)

70g de açúcar mascavo (vai dar gosto e cor incríveis)

5 maçãs-verde (Granny Smith) descascadas

Açúcar demerara para polvilhar - opcional


Conforme mencionei, precisa escolher uma frigideira que possa ir ao forno (sem cabos plásticos). Acenda o forno a 180ºC. Na fridideira e na boca do fogão, derreta a manteiga (não é pra ferver, só pra derreter). Desligue o fogo e adicione os açúcares à frigideira. Misture. Corte as maçãs (descascadas) em 04 partes. Retire o talinho e o miolo com as sementes e descarte-os. Acomode os 20 pedaços de maçãs na frigideira, com o corte em contato com os açúcares em formato de espiral de fora pra dentro. Ligue o fogo e deixe por uns 10-15 min, sem mexer. (Você deve manter as maçãs "arrumadas" ).

Retire a massa da geladeira, remova os filmes e coloque a massa por cima das maçãs. A parte da massa "extra" você deve empurar pelas laterais, sentido do fundo da frigideira. Faça 2 cortes (em cruz) no centro da massa para que haja vazão para o vapor. Polvilhe açúcar demerara por cima (só um pouquinho). Leve a frigideira ao forno por aproximadamente 40min ou até a massa dourar levemente.

Espere uns 5min e desenforme. Sirva e delicie-se!

Ah, ela é servida quente, geralmente com sorvete de creme ou crème fraîche.


Para desenformar, ela ´precisa estar morna-quente, ou não irá sair. Caso esfrie demais, ligue o fogo até que ouça o caramelo borbulhar, aguarde 1-2 min e desenforme.




30 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Post: Blog2_Post
bottom of page