top of page

Gazpacho (sopa fria de tomate) - versão "diferentona"

Gaspacho, gazpacho, caspacho... vários "nomes", pronúncias e... muitas variações.


Gazpacho é um sopa fria, consumida desde o século XVII pelos pobres da região da Andaluzia que, na necessidade de aplacar a fome, juntavam pão e água com o que tivesse. Tanto que o nome – de origem e influência árabe como quase tudo na Península Ibérica – significa pão encharcado, segundo a Larousse da Gastronomia.

Há muitas variações, dentro e fora da Espanha. A mais conhecida é o gazpacho rojo, ou simplesmente Gazpacho, com tomate e pimentão.

Esta versão que fiz foi sem pão (sim, sem pão)! ah... mas então não é gaspacho... pois é... então vamos chamar de sopa fria de tomate e pimentão ou qualquer outro nome que queira dar, mas uma coisa é certa: é deliciosa!


No Mercadão de SP tem uma casa que eu e marido visitamos sempre, e sempre pedimos Gazpacho porque amamos a versão deles. O Espanhol Tapas. Na última semana lá fomos nós novamente e tomamos o saboroso Gazpacho e euzinha, muuuito cara de pau, fui até a cozinha no intuito de coletar alguma pista sobre esta delícia e... tcharammmm.... o gentil cozinheiro me passou vários detalhes! Para minha surpresa ele disse que não colocava pão, e nem pepino (ingredientes comuns no Gazpacho rojo). Fiquei lá de boca aberta e pensando ser alguma "pegadinha", e quis testar. Fiz exatamente como ele disse e para minha surpresa, ficou beeeeeeeem parecida com a dele! Sucesso total!


Aqui vai a receita que serve 2 pessoas:

- 600 g de tomate cereja (sim, o cereja - aquele pequenininho)

- 3 dentes de alho descascados

- 1 pimentão (usei o verde, já sem pele*)

- azeite (bastante)

- sal


Lave bem os tomates e seque. Em uma forma, coloque os tomates inteiros, lavados e secos, os dentes de alho, sapique sal (usei o de Guèrande) e muuuito azeite. (sim, faça um confit de tomates cereja e alho). Leve ao forno 160ºC por 1h30min.



*Enquanto isso, na boca do fogão coloque o pimentão pra queimar, sim, até ficar pretinho! Vá virando até que fique todo queimadinho. Ainda quente, coloque o pimentão em um saco plástico próprio para alimentos e feche bem. O calor dele vai soltar a pele. De vez em quando dê uma leve esfregada que a pele sai todinha. Descarte os queimadinhos, raspando com as costas de uma faca. (não, não lave! Se sobrar uns queimadinhos não têm problema, eles irão contribuir no sabor de "defumado".). Corte o pimentão e retire as sementes. Junte o pimentão ao confit de tomate.


Espere esfriar bem! Bata o conteúdo da assadeira (não precisa usar todo o azeite, mas o azeite é essencial) com algumas pedras de gelo no liquidificador até ficar bem homogêneo. Acerte o sal, se necessário, e sirva!

Se ficar muito grossa, bata mais gelo.

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Post: Blog2_Post
bottom of page