top of page

Algumas dicas (de aventureira para aventureiros...)

Atualizado: 21 de nov. de 2020

Não quero "chover no molhado", mas ter bons fornecedores é tuuuudo.

Dificilmente (dificilmente mesmo) alguma coisa vai ficar "imprestável "com bons ingredientes, bons equipamentos... Você pode ser aventureira, seus fornecedores (e isso inclui ingredientes, utensílios, etc) não.

Vale ressaltar que aqui são minhas experiências e impressões pessoais. Você pode fazer milagres sem bons fornecedores, mas penso que isso seria exceção, e não a regra. Não estou falando de preço (nem sempre o mais caro é o melhor), mas sim de qualidade.

Tenho a sorte de morar em Campinas (interior de São Paulo), e por ser um grande centro, consegui encontrar excelentes fornecedores, mas tenho certeza de que eles estão em todos os lugares. Talvez você tenha apenas que procurar (e testar) mais!


Legumes, verduras, frutas e ervas: compre aqueles que você "daria uma dentada" lá mesmo (na feira, no mercado...). Aqui em Campinas tem a Calusne Farms (www.calusnefarms.com.br) que é simplesmente sensacional. Fornecem semanalmente mediante encomenda e tem uma série de "novidades", como minilegumes, flores comestíveis (que dão aquele "up" no prato), ervas, cogumelos, etc. Simplesmente amo. Procure. Teste. Tente novos. Aqui em Campinas testei vários até encontrar a Calusne... Confesso que mesmo após encontrar, testei outros e nada até agora superou. Como referência, e para comprovar que nem sempre o mais caro é o melhor, mix de folhas da Calusne vem mais e é bem mais barato do que aqueles encontrados no Pão de Açucar. Qualidade e frescor incomparáveis. Ponto pra Calusne. Nem sempre o mais caro é o melhor. Procure. Teste.

*Uma dica é visitar o Mercadão de sua cidade.


Carnes/peixes: não tenho um fornecedor único, mas vale sempre a regra que "você precisa ter vontade de comer lá". Peixes prefira sempre os frescos, mas não sendo possível, congelados de excelente procedência. Para carnes do dia a dia, como carne moída, peito de frango, etc, a Swift - loja de carnes congeladas - é uma opção bem prática e de boa qualidade. Aquelas carnes como Prato Principal, escolha primeiro a carne, depois decida a receita. É aquela carne que te atraiu... rsss... depois você decide o que fazer com ela.


Pães e massas: Falando de uma forma geral, no dia a dia, eu acabo não fazendo, apenas algumas receitas específicas (que ainda irei postar). No dia a dia acabo mesmo comprando massas e pães prontos (ou semi). E está aqui uma coisa que poucos dão valor mas que fazem muuuita diferença. São itens que custam pouco então vale muito a pena procurar por aqueles que realmente são "especiais". A diferença no preço será de alguns poucos reais e a diferença no paladar, gigantesca. Para pães (tostadas, entradas, etc) gosto de utilizar pães de fermentação natural. Aqui em Campinas tem a Casca Grossa, que é uma padaria artesanal com pães excepcionais. Procure. Teste. Você vai encontrar algum excelente fornecedor onde está. Para massas, das "industrializadas" gosto muito da Fasano.


Utensílios: você não precisa ter a última coleção daquela marca famosa e uma infinidade de coisas que não irá usar, mas invista (sim, esta é a palavra) naquilo que você realmente vai usar e que sejam duráveis. Para saber se vai usar, você precisa sentir falta daquilo vááárias vezes. Não saia comprando.

O que eu considero imprescindível (na minha cozinha):

- uma boa faca de chef (boa messsssmo, com boa empunhadura, resistente e versátil). Eu gosto muito da Tramontina Linha Century - faca tipo chef - 8"

- uma boa faca para tarefas mais delicadas. Gosto muito da Santoku de 5" da Le Creuset

- tábua de corte de madeira (marido ensinou que tábua de vidro, porcelana, etc destroem a lâmina da faca).

- um avental ou dolmã para proteger você (e sua roupa) de respingos de gordura... rsss... O Dolmã ajuda você a "entrar no clima". Super recomendo os de tecido de algodão. Os de tecido sintético como poliéster, farão você derreter de calor perto do fogão além de não serem seguros para trabalhar com temperaturas elevadas (eles pegam fogo e grudariam como plástico na sua pele... imagine a queimadura... ou melhor, nem imagine,,,) Outra dica: prenda seus cabelos ou use chapéu/touca.

- uma boa panela com tampa de 20cm (como cozinho apenas para 2, é suficiente)

- uma caçarola (para cozinhar caldos, massas, etc)

- uma boa frigideira lisa com tampa de 26cm (na Le Creuset chamam de Panela Sauté)

- uma frigideira (preferencialmente de ferro fundido) daquelas com grelha - para deixar as carnes marcadas e lindas - de 24cm - Gosto da Le Creuset. É incomparável e suas carnes "alcançarão" um outro nível, porque ela mantém a temperatura. Mas pode ser qualquer uma... recomendo apenas que seja de ferro fundido, pois faz diferença.

- um jogo de formas para forno (recomendo um redondo para tortas, de uns 22cm e outras 2-3 formas para assados em geral.

*no meu forno eu mantenho uma pedra (pedra-sabão) para ajudar a manter a temperatura.

Tanto as panelas quanto as formas eu prefiro as antiaderentes. Praticidade é tudo. rsss,,,

- espátula de silicone, tipo colher (para não estragar suas panelas)

- concha

- um fuet (aquele batedor)

- um pincel culinário (acredite, você vai usar muito)

- escumadeira/espátula/pegador (o que preferir)

- luva (para forno)

- um bowl grande (para misturar massas, temperar carnes...)


Claro que com suas preferências e necessidades pessoais sua lista irá mudar, mas é apenas uma sugestão para aventureiros. O recado aqui é que você não precisa ter uma cozinha mega equipada para se aventurar na cozinha. Poucos (e bons) itens são suficientes.


Boas aventuras!

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Post: Blog2_Post
bottom of page